As famosas Repetto nas vitrines de São Luís - Pensando Estilo
As famosas Repetto nas vitrines de São Luís
18/05/2016

Repetto 10
Um “must” a coleção de sapatilhas da marca Repetto que embelezam as vitrines da loja Vila Ramada/Thelure em São Luís. Quem conhece seus irresistíveis pares, sabe do que estou falando. As icônicas e mundialmente famosas Repetto já brilharam nos pés de Brigitte Bardot no filme “Et Dieu crea La femme”. São unanimidades dentro desta categoria de produtos tipicamente franceses e estão encantando as mulheres maranhenses.

 Repetto 8

É uma maison fundada em 1947 por Madame Rose Repetto, figura conhecida em todo o mundo por suas elogiadas e ultraconfortáveis sapatilhas. “Como toda maison que se preze, tem tradição e savoir-faire”, enfatiza a empresária Andreia Ramada, proprietária da Vila Ramada, loja multimarcas localizada na Galeria Cristal, na Avenida dos Holandeses, e que está comercializando modelos com exclusividade na capital.

Repetto 5

Andreia Ramada afirma que a cartela de cores, o conforto e o acabamento das peças fazem jus à fama de Repetto. “O que se sabe é que Madame Rose começou fabricando sapatos para seu filho Roland Petit e todos os seus amigos, de Noureev à Carolyn Carlson. Primeiramente, eram sapatos adaptados para a dança e o balé, e mais tarde, ela criou uma linha de moda e foi aí que Repetto se tornou mundialmente famosa fabricando ballerines”, resumiu Ramada.

 Repetto 3

A história é interessante. A partir dos anos 2000, Repetto pediu à Issey Miyake, Yamamoto e à Comme des Garçons para assinarem novos modelos. Foi um grande sucesso. Metade da produção foi vendida na França e a outra metade, exportada para o Japão e Estados Unidos. Em 1956, a designer criou, a pedido de Brigitte Bardot, a sapatilha conhecida como Cendrillon (Cinderela), que ficou eternizada nos pés da musa francesa no filme “E Deus criou a mulher”.

Repetto 2

Um ano depois, Audrey Hepburn as usou no filme “Cinderela em Paris”, eternizando de vez o par de sapatos. De lá pra cá, já foram lançados modelos em parceria com grandes estilistas, como Issey Miyake e Karl Lagerfeld. Repetto já confeccionou mais de mil pares de sapatilhas de balé, todos feitos artesanalmente. Com um detalhe indispensável: até hoje, o corpo de baile do Opéra de Paris continua usando os modelos da marca. A curiosidade em torno das sapatilhas está levando as mulheres à Vila Ramada, uma vez que o calçado carrega um simbolismo especial.

 Repetto 1

Agora, Repetto comemora o 60º aniversário da peça Cendrillon e, para celebrar, uniu-se ao Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e está apresentando a exposição Repetto Loves Art – 60e anniversaire de Cendrillon, na qual reúne 22 obras assinadas por personalidades das artes, moda, cinema e música, convidadas a reinventar os sapatos da marca. Entre eles, Brigitte Bardot, Proenza Schouler, Jean Paul Gaultier, Vanessa Paradis, Carla Bruni, Rodrigo Ohtake, Chiara Gadaletta, Bruno Bogosian, Cecilia Prado e Vic Meirelles.

Uma de cada, por favor!