NÃO HÁ COMO SCARPIN - Pensando Estilo
NÃO HÁ COMO SCARPIN
20/06/2013
Toda mulher elegante deve ter um scarpin, sendo ou não uma sapatólatra como eu. Confesso que prefiro as sandálias por deixarem os dedos livres, ou os peep toes. E quando são fechados, os do tipo pump. Mas de qualquer forma, nem que seja um exemplar de scarpin tradicional nós temos que ter, por ser um modelo clássico, e são nos itens clássicos que devemos investir sem pena, porque independem de modismos.
O nome scarpin vem do italiano scarpa, que significa sapato, e do seu diminutivo, scarpino. É um modelo muito antigo, mas foi popularizado por Christian Dior em 1947, quando introduziu uma nova moda para as mulheres do pós segunda guerra, para que elas se sentissem mais glamourosas mesmo usando um sapato que poderia ser repetido com várias roupas.
scarpin mais tradicional, de bico fino, passou umas temporadas sendo menos usado que os de bico arredondados e os badalados peep toes. Mas está cada vez mais forte no mundo fashion novamente, principalmente com materiais diferenciados como plásticos ou com aplicações metálicas, de cristais, tachas,  etc, e também com biqueira metalizada, os chamados cap toes.
Untitled2Untitled5
Christian Louboutin o de cima e Arezzo o de baixo (coleção verão 2013)

Luiza Barcelos - Inverno 2013
Luiza Barcelos – Inverno 2013
À esquerda, Luiza Barcelos (inverno 2013) e à direita Arezzo (verão 2013)
À esquerda, Luiza Barcelos (inverno 2013) e à direita Arezzo (verão 2013)
O mais legal é que esse modelo fica bem em qualquer produção, em mulheres de qualquer idade. Clássicas, modernas, patricinhas, roqueiras, não importa o seu estilo, o scarpin sempre ficará bem. Pode ser usado em diversas ocasiões, casuais ou formais, com short, calça jeans, vestidos, saias, enfim, é muito democrático mesmo!
montagem 4
 montagem 3

Acho lindo quando usados com jeans enrolado na barra. Adoro o contraponto do aspecto “classudo” do scarpin com o a descontração do jeans. Se for um jeans detonado, melhor ainda! Vejam que look lindo a Sofia Alkmin usou na última São Paulo Fashion Week:

jeans3-e1363715560564
Cris Tamer e Sophia Alckmin, parceiras do Blog Bettys.
Cris Tamer e Sophia Alckmin, parceiras do Blog Bettys
É impresssionante como um scarpin sempre deixa a mulher mais elegante. Vista uma calça jeans que lhe caia bem, uma regata branquinha e calce um scarpin que você já terá acrescentado uma alta dose de elegância à sua produção. O efeito seria totalmente diferente se você saísse com a mesma roupa e calçasse uma rasteirinha.
Os melhores modelos e cores na minha opinião são o básicos preto, vermelho e nude. Mas considero o número 1 o nude, porque não interfere em nenhuma outra cor de roupa e dá um efeito alongador às pernas. Por outro lado, se sua intenção for usar um sapato sexy, use um scarpin preto ou vermelho, bem alto e de salto fino, chamado de stiletto, palavra que significa “punhal”.
Arezzo - coleção inverno 2013
Arezzo – coleção inverno 2013
Stiletto Christian Louboutin
Stiletto Christian Louboutin  
Lembram dos mules, aquela mistura de scarpin com tamanco? É um calçado muito prático para o dia-a-dia, como se fosse um scarpin mais descontraído, sem a parte de trás. Vocês gostavam? Eu gosto muito, só não uso mais porque não acho para comprar. Gosto de acompanhar moda sim, mas só o que me conquista e uso o que não tá mais na moda também, ser fashion victim jamais! Aposto que logo logo os mules retornam à moda. Se os clogs voltaram um tempo desses (eita! muito feios! não me rendi) e ainda bem que já foram embora (bye bye clogs) por que os mules não voltariam? Estou aguardando.
Voltando aos scarpins, se você não tem prática em andar num stiletto, não comece por ele, não adianta estar calçada num sapato lindo e todo mundo perceber que você não se movimenta firme e confortável e que está morrendo de medo de levar um baita tombo! Comece treinando num salto baixo a médio e vá aumentando aos poucos conforme sua segurança for crescendo. Depois que você acostuma num salto alto, o seu centro de gravidade muda, será mais fácil cair de sapato baixo, é sério, não é brincadeira não, rsrsrsrs… Acima de tudo, tenha em mente que mulher sexy é mulher segura, que se sente confortável consigo mesma. É isso que no final das contas faz toda a diferença.
;*